Grua
Formada no ano de 2019, é uma plataforma de intervenção, experimentação, criação, investigação, debate e produção artísticas. Estando claramente ciente das actuais dificuldades da criação contemporânea, muito mais do que apenas produzir objectos próprios, o Colectivo Grua pretende também ser um descomplexado e interventivo agente cultural na cidade do Porto, acolhendo, programando, ocupando espaços, debatendo políticas e soluções e explorando sinergias através de um diálogo vivo e permanente com o crescente número de plataformas que partilham estas mesmas inquietações.

1 · Um colectivo é, sem dúvida, muito, muito mais do que a soma das suas partes.
2 · Um colectivo não tem porque ser homogéneo.
3 · Um colectivo procura dentro de cada um antes de procurar dentro do colectivo.
4 · Existe uma enorme diferença entre urgente e importante. O colectivo lembra-se disto.
6 · Agir com consciência depende de pensar com consciência. Individual e colectivamente.
7 · A originalidade é sobre-valorizada. Ao colectivo importa-lhe mais o mundo.

Isto não é uma companhia de teatro. É sobre o teatro.
Isto não é um partido político. É sobre a política.
Isto não é uma associação cultural. É sobre a cultura.

info@colectivogrua.pt


Inês Simões Pereira
actriz · encenadora · formadora · produtora
iinespereira@gmail.com

2020 © Todos os direitos reservados.