A Mulherzinha

Uma Sinfonia Kafkiana em Quatro Andamentos e um Intermezzo
Não há como explicar Kafka. Derrota o propósito.
A um construtor de labirintos, a arte que se lhe pede é que nos dificulte a saída.

“A Mulherzinha” fala sobre o que fala e nada mais, não pretendendo ir além do labirinto. Saídas, ainda que as vislumbremos, sentimo-las, além de distantes, impossíveis. O espectáculo, montado como se de uma composição sinfónica se tratasse, encontra nas palavras de Kafka uma pauta de impotências, palavras essas que usurpámos aos livros, aos contos e aos aforismos e cruzámos com outras, nossas, que àquelas primeiras respondem com as inquietações particulares que a nós nos assombram.


Ficha Técnica e Artística

Criação, Adaptação e Interpretação Inês Simões Pereira
Tradução, Criação, Adaptação e Encenação Pedro Galiza
Espaço Cénico e Desenho de Luz  Pedro Morim
Sonoplastia, Fotografia Nuno Leites
Produção Colectivo Grua
2018 © Abril – no âmbito do 1º Capítulo da Poética da Palavra | Encontros de Teatro da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão

Inês Simões Pereira
actriz · encenadora · formadora · produtora
iinespereira@gmail.com

2020 © Todos os direitos reservados.